facebook

Dois fatos jogam água fria na política carapicuibana

Compartilhe com:

Deputado Marcos Neves é citado em denúncia contra prefeito de Pirapora e vereador Paulo Xavier é preso em Carapicuíba

Deputado Marcos Neves foi acusado pelo coordenador de campanha do prefeito de Pirapora do Bom Jesus de alimentar “parte” do caixa dois da campanha de Gregório Maglio

O jornal Realidade em sua edição do mês de abril, publicou uma matéria intitulada “Policia Federal investiga Prefeito Gregório, que pode ficar inelegível”, na matéria o coordenador de campanha registrado junto ao TRE, do prefeito Gregório, Adam Dabus, acusa o prefeito de utilização de caixa dois na campanha vitoriosa, cuja denúncia segundo o jornal foi parar na Policia Federal, Ministério Público de São Paulo e no Tribunal Regional Eleitoral.

Segundo a matéria Adam já foi ouvido e entregou documentos comprobatórios de suas denúncias ao Ministério Público de São Paulo, que devido a gravidade do assunto,  instaurado inquérito e determinada investigação pela Policia Federal.

Segundo Adam os gastos declarados de campanha foram pouco mais de R$ 80 mil, no entanto extratos bancário, recibos e notas fiscais apresentadas somariam mais de R$ 400 mil.

O coordenador admitiu que a ata da convenção foi fraudada – estando em branco, por falta de assinaturas necessárias-, e criada outra falsa, levada ao cartório com assinaturas de filiados não presentes a convenção.

Ainda segundo Adam, diversas pessoas da campanha foram pagas por “fora” – através de caixa dois, ou dinheiro não contabilizado -, mas assinaram contratos e recibos que ficaram em poder dele e foram incluídos na denúncia. E, segundo ele, parte do dinheiro utilizado no pagamento dessas pessoas veio do Deputado Estadual carapicuibano Marcos Neves (PV),que segundo a matéria também foi denunciado,  inclusive através de cheques do pátio de apreensões de veículos de Carapicuíba, cujas cópias foram anexadas na denúncia .

Adam afirma que em todos os gastos da campanha, a maior parte era paga “por fora”, e que foram falsificados recibos eleitorais com doações em CPFs de pessoas que nunca fizeram doação e desconhecem o assunto, além de diversos outros apontamentos.

Segundo a matéria Adam disse que, está providenciando medidas judiciais cabíveis contra o Prefeito e irá processá-lo por Danos Morais, pois Gregório elaborou B.O. contra ele alegando crime contra a honra, com o sentido de intimidá-lo a não fazer a denúncia.

A Policia Federal e o MP, já tomaram o depoimento de Adam e inclusive já fizeram diligências ao Cartório Eleitoral de Barueri onde foram recolhidos todos os documentos relativos a eleição do prefeito Gregório Maglio.

O processo corre em segredo de justiça no TRE e na Policia Federal.

Tentamos falar com o Deputado Estadual Marcos Neves e mandamos mensagem em seu número celular particular, mas até o fechamento desta edição não tivemos resposta. Também não conseguimos contato com o responsável pelo Pátio de Apreensões de Veículos de Carapicuíba.

Veja a Matéria completa na imagem abaixo:

jornal realidade

Compartilhe com:

Adicionar Comentario

Designed by

best down free | web phu nu so | toc dep 2017