facebook

USP recebe delegações de ponta para aclimatação aos Jogos Olímpicos

Compartilhe com:

Quatro das principais delegações que disputarão os Jogos Olímpicos de 2016 utilizarão a raia olímpica e a pista de atletismo do Centro de Práticas Esportivas da USP (CepeUSP) para treinamento. Rússia e China ficarão de 15 de julho a 12 de agosto na Capital para aclimatação no remo e canoagem, enquanto França e Itália trarão suas equipes de atletismo de 1 a 17 de agosto. Durante a estadia das equipes na USP serão realizados eventos visando o intercâmbio cultural entre atletas, alunos, treinadores, organizadores e sociedade em geral.

Alguns clubes da Capital também receberão delegações de fora, caso do Paineiras, Pinheiros, Hebraica, Espéria e Universidade Santa Cecília (Santos). Entre os destaques, o italiano atual campeão mundial no salto em altura, Gianmarco Tamberi, as russas campeãs do mundo no remo em 2015, Zakharova Olesia e Glazkova Ekaterina e o atual campeão mundial no salto com vara, Renaud Lavillenie estão na pista de atletismo e na raia olímpica da USP se preparando para a principal competição esportiva do planeta.

Na última quinta-feira (14) foi realizado o sorteio que define os grupos do futebol nos Jogos Olímpicos de 2016. A Arena Corinthians, em São Paulo, receberá dez partidas, sendo seis femininas e quatro masculinas. A partir dos programas USP nos Jogos Olímpicos e nos Jogos Paralimpicos de 2016, criado em 2014, a cidade universitária receberá as equipes francesa e italiana, que treinarão na pista de atletismo, e as equipe chinesa e russa utilizarão a Raia Olímpica.

Em 2014, com o programa, o CEPEUSP e a Raia Olímpica foram colocados como candidatos a Locais de Treinamento Pré-Jogos ao Comitê Olímpico Internacional. O objetivo foi alcançado no início deste ano com a confirmação da vinda das federações entre os meses de julho e agosto. A ideia é ajudar na preparação e na climatização destes atletas .

O professor Carlos Bezerra, responsável pela candidatura e coordenador do programa acredita que a USP só tem a ganhar com este programa. “Nós temos equipamento esportivo e estrutura muito bons, pensamos com este programa em contribuir, não diretamente com o evento, mas com a integração entre os atletas e alunos”. Ainda há algumas vagas de atletas para os jogos para serem confirmadas, mas a projeção é que a França trará 40 pessoas, Itália e Rússia 30, e China 20.

Compartilhe com:

Clique Para Anunciar Grátis

Adicionar Comentario

error: Este Conteúdo é Protegido por Direitos Autorais !!
Designed by

best down free | web phu nu so | toc dep 2017