facebook

PMDB diz que denúncia é ato de irresponsabilidade de Janot

Compartilhe com:

O PMDB classificou a nova denúncia formulada hoje, quinta-feira, 14, contra o presidente Michel Temer e outros membros do partido como “mais um ato de irresponsabilidade realizado pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot”.

Em nota o partido informou: “Toda a sociedade tem acompanhado os atos nada republicanos das montagens dessas delações. A Justiça e sociedade saberão identificar as reais motivações do procurador”.

A defesa do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) afirmou que “provará no processo o absurdo das acusações postas, as quais se sustentam basicamente nas palavras de um reincidente em delações que, diferentemente dele, se propôs a falar tudo o que o Ministério Público queria ouvir para fechar o acordo de colaboração”.

A defesa do ex-deputado Rodrigo Loures (PMDB-PR) afirmou que ele não participou de nenhum acordo de pagamento ou recebimento de propinas atribuído ao PMDB da Câmara. “Rodrigo era apenas um assessor pessoal do presidente e não tinha nenhuma intervenção em atividades financeiras, ao contrário da recente denúncia contra o PMDB da Câmara. A defesa repudia veemente mais uma denúncia leviana de Rodrigo Janot!!!”, diz a nota do advogado Cezar Bitencourt.

Compartilhe com:

Clique Para Anunciar Grátis

Adicionar Comentario

error: Este Conteúdo é Protegido por Direitos Autorais !!
Designed by

best down free | web phu nu so | toc dep 2017