facebook

Lula foi obrigado a atacar Palocci, dizem Petistas

Compartilhe com:

Líderes petistas afirmaram nesta quinta-feira (14) que o tom adotado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva durante depoimento ao juiz Sérgio Moro em Curitiba (PR), foi uma tentativa de neutralizar as graves acusações apresentadas pelo ex-ministro Antonio Palocci.

Segundo um ex-ministro petista, Lula não tinha outra alternativa senão elevar o ar de indignação, uma vez que as denúncias de Palocci partiram, pela primeira vez, de um homem do núcleo de decisões.
Ex-líder petista na Câmara, o deputado José Guimarães ( CE), afirmou que a defesa jurídica cabe aos advogados do ex-presidente. “Lula tem que ser político mesmo”.

Para Guimarães, Lula atingiu seu objetivo ao aparecer desqualificando Palocci em rede nacional.
“O tom político forte neutralizou o depoimento de Palocci. Ele se reposicionou no cenário político. No primeiro depoimento, ele empatou. Neste, ganhou”, disse Guimarães, comemorando o tempo concedido a Lula no Jornal Nacional, da rede Globo.

Apesar de defender o tom escolhido por Lula, petistas admitiram que o teor do depoimento a Moro não tem mais tanto impacto em comparação ao primeiro. Segundo outro ex-ministro, virou “feijão com
arroz”.

Compartilhe com:

Clique Para Anunciar Grátis

Adicionar Comentario

error: Este Conteúdo é Protegido por Direitos Autorais !!
Designed by

best down free | web phu nu so | toc dep 2017